quinta-feira, 3 de março de 2011

Sobre o cumprimento de regras legalistas

"Embora vivesse uma vida imaculada como monge, sentia que era um pecador com uma consciência inquieta diante de Deus. Quase não podia acreditar que o tinha agradado com minhas obras. Longe de amar esse Deus justo que pune os pecadores, eu realmente o maldizia. Eu era um bom monge, e obedecia à minha Ordem tão seriamente que, se um monge pudesse chegar ao céu por meio da disciplina monástica, eu era esse monge. Todos os meus companheiros no mosteiro podiam confirmar isso... Mesmo assim minha consciência não me dava a certeza de que eu precisava. Ao contrário. Eu sempre duvidava e dizia: "Você não fez isso certo. Você não foi suficientemente contrito. Você deixou aquilo fora de sua confissão."

Martinho Lutero, citado no livro "Maravilhosa Graça" de Philip Yancey

3 comentários:

cleberbinhocorpotamentos disse...

ola seu blog ta lindo muito bom otimo de ler as noticias
estou te seguindo ta
se quiser me seguir eu agradeço
abraços e sucesso
http://cleberbinhocomportamentos.blogspot.com/

Anônimo disse...

Amei seu blog. Vc está me seguindo no twitter e fui ver quem é vc. Adorei seu blog, vc escreve muito bem. Um dom de Deus realmente. Parabéns!!!!

Anônimo disse...

Amei seu blog. Vc está me seguindo no twitter e fui ver quem é vc. Adorei seu blog, vc escreve muito bem. Um dom de Deus realmente. Parabéns!!!!